sexta-feira, 22 de abril de 2016

Tarte de maçã americana com gelado

E agora se vos disser que tudo isto que está no prato é paleo? Ou seja, não tem cereais (trigo), nem açúcar refinado? E se vos disser que este gelado não tem uma grama de açúcar adicionado no entanto é dos melhores que já comi? E com apenas dois ingredientes!



Bem, verdade seja dita, o meu paladar mudou, o doce artificial refinado dos alimentos deixou de me despertar interesse, cada vez mais me sinto bem com comida que sabe a comida e não a processados! Seja como for, experimentem, é tão mas tão maravilhoso! Todos aqui em casa adoraram!

Para a tarte:

Massa:

1 chávena farinha de amêndoa
1/2 chávena farinha de côco
1/2 chávena polvilho doce
1 ovo
110 g manteiga

1. Colocar no robot (fiz no Optimum ThermoCook da Froothie) e programar vel. 4, 15 segundos.
2. Levar a massa enrolada em pelicula transparente ou num saco de congelação ao frigorífico por 12-24 horas antes de prosseguir.

Recheio:

4 maçãs
4 colheres de sopa de mel
2 colheres de sobremesa de canela
2 colheres de sopa de óleo de côco
2 colheres de sopa de farinha de côco

1. Cortar a maçã em fatias utilizando o cortador em lãminas grossas na mandolina da Borner.


 2. Colocar a maçã e os restantes ingredientes do recheio num tacho e levar ao lume alguns minutos até que o molho engrosse e fique reduzido. Deixar arrefecer uns minutos antes de prosseguir,


3. Esticar a massa e e forrar o fundo das formas (fiz tartelettes), rechear e cobrir com a maçã entrelaçada. Se necessário utilizar polvilho para enfarinhar a superfície.


4. Levar ao forno a 180ºC até estar cozido.

Para o gelado de banana:

2 bananas
3 colheres de sopa de iogurte grego

1. Congelar as bananas algumas horas antes.
2. Colocar no robot as bananas e o iogurte e programar na velocidade 9 durante 30 segundos. Baixar com a espátula, o que está nas paredes e voltar a repetir mais alguns segundos. Servir de imediato ou levar ao congelador.

É o que vos digo, comida que sabe a alimentos e deliciosa!

Espero que gostem!