quinta-feira, 29 de abril de 2010

Iogurte grego caseiro

Para quem nunca experimentou, o iogurte grego é algo excepcional, muito diferente do iogurte tradicional. É mais cremoso, com sabor a iogurte menos intenso, e claro, como tudo o que é bom, mais calórico. Mas é uma delícia, podendo ser utilizado para tudo o que se utiliza o iogurte normalmente e em muitos casos como substituinte de queijo creme e natas.



Geralmente é feito com leite de cabra, no meu caso utilizei leite de vaca, vindo directamente da vacaria dos meus sogros, mas a experiência com leite de cabra virá para breve. E no geral, o procedimento é o mesmo do que para os restantes iogurtes, sendo que se pode adicionar natas, para ficar mais saboroso, e depois de fermentado é escorrido, retirando-se o soro, ficando assim mais cremoso. Estes incubei na crock-pot, fui buscar o procedimento base no blog A year of slowcooking, mas podem proceder tal como para os restantes iogurtes.

Ingredientes (aproximadamente 6 iogurtes):

1.5-2 litros de leite morno
1-2 colheres e sopa de açúcar
200 ml de natas
300 g de iogurte natural
2 colheres de sopa de leite em pó

Preparação:

1. Proceder de igual modo do que para os restantes iogurtes até terminar a fase de fermentação.
2. Colocar no frigorífico até arrefecer.
3. Forrar um passador com um pano fino ou papel de filtro, e filtrar o iogurte durante 2 horas (se for mais fica muito seco).

Podem utilizar o soro resultante para substituir a água (ou até o leite) em receitas de pão (sugerido pela Patanisca).

Experimentem! Espero que gostem!